Cartografia temática do arrozal nos cursos inferiores de alguns rios portugueses

Maria Eugénia S. A. Moreira

As planícies aluviais e os sapais recuperados aos estuários do Centro e Sul constituem as principais áreas rizícolas do País. No presente trabalho foram inventariadas e cartografadas as áreas de produção de arroz nos cursos inferiores dos rios Vouga, Mondego e Tejo-Sorraia, e nas margens do estuário do rio Sado, a aprtir de imagens MSS captadas pelo satélite LANDSAT 2 em 1 de Agosto de 1975.
O cálculo de alguns índices de vegetação, após correcção radiométrica das imagens, e a análise em componentes principais, permitiram, ainda, distinguir áreas com diferente biomassa verde do arros.
Este facto, bem evidenciado nos processamentos dos canais vermelho e infravermelho, pode ser devido a um desenvolvimento não uniforme da seara com diferentes densidades, indicando esapços com menor cobertura vegetal do que outros, e, portanto, com diferente produtividade.
A área rizícola do Baixo Vouga e do Sever mostra um fraco desenvolvimento do arroz em relação à do Mondego, do Tejo-Sorraia e do Sado. A do Baixo Mondego é mais vasta e onde o arroz se apresenta com maior teor em clorofila, em especial na planície de Montemor-o-Velho.
Nas margens das ribeiras de Marateca, S. Martinho e Comporta e do rio Sado, a secura deste ano fez-se sentir, verificando-se a existência de muitos canteiros não cultivados.
Os valores registados nos canais MSS6 e MSS7 indicam que o arroz se encontra menos verde do que na bacia do Mondego, embora a densidade seja comparável e, localmente, até mais elevada (no vale de Marateca) do que nos campos do Mondego.
Também aqui se verifica desigual distribuição da densidade das cearas, correspondendo, grosso modo, as áreas de maior densidade de ocupação vegetal aos solos mais argilosos e melhor irrigados.


Moreira, Maria Eugénia S. A.
Laboratório Nacional de Engenharia Civil
Lisboa
PT 1989

Biblioteca online

Modelação sísmica de barragens abóbada

Romano Jorge Calhau Câmara

"Neste relatório apresentam-se os principais aspectos da modelação sísmica de barragens abóbada.
Assim propõe-se: modelos numéricos de geração de sismos por uma falha; a forma como o sismo actua na barragem; (...)

Computer-assisted detection of road design inconsistencies : a portuguese system

João Lourenço Cardoso, António Lemonde Macedo

"É geralmente reconhecido que algumas combinações de elementos rodoviários podem contribuir para a violação da expectativa do condutor, ou para um incremento acentuado na complexidade da tarefa de condução, gerando (...)

Materiais compósitos de matriz polimérica reforçada com fibras usados na engenharia civil : características e aplicações

Susana Bravo Cabral da Fonseca

Os materiais compósitos de matriz polimérica reforçada com fibras, também conhecidos por plásticos reforçados com fibra (PRF) , têm emergido nos últimos anos como materiais atractivos para utilização na engenharia (...)